Última hora

Última hora

Estrangeiros na Arábia Saudita podem investir na bolsa

Em leitura:

Estrangeiros na Arábia Saudita podem investir na bolsa

Tamanho do texto Aa Aa

Os estrangeiros que vivem na Arábia Saudita vão passar a poder investir na bolsa do país, mas não podem participar nas Ofertas Públicas de Venda.

A lei entrou em vigor este sábado e tem como objectivo fazer crescer o mercado bolsista. Isto depois de, em apenas duas semanas, o índice principal da bolsa de Riade ter perdido quase um terço do valor – uma forte correcção que se seguiu a três anos de prosperidade.

O Rei Abdullah foi o principal mentor deste projecto que, no entanto, não conseguiu ainda recolher frutos, com a bolsa a subir muito ligeiramente.

Wadah al Taha, dirigente de um banco de investimento saudita, diz que “a questão principal é saber quanto estas pessoas podem investir. São pessoas que se sentiriam mais tentadas pelas OPV’s que pelo mercado já existente, e a lei foi feita a custo zero para o governo”.

Os estrangeiros a viver no país geram receitas anuais de 28 mil milhões de euros, dos quais 12 mil milhões vão para os países de origem, sob a forma de remessas.

O governo saudita quer, com a nova lei, fazer com que mais dinheiro fique no território e, ao mesmo tempo, dar impulso à bolsa.

No entanto, a maioria dos imigrantes é oriunda da Ásia e pobre em recursos financeiros.