Última hora

Última hora

Médicos e funcionários municipais alemães em greve por tempo ilimitado

Em leitura:

Médicos e funcionários municipais alemães em greve por tempo ilimitado

Tamanho do texto Aa Aa

Os médicos dos hospitais universitários alemães vão continuar em greve por tempo ilimitado. Os sindicatos não chegaram a acordo com o governo sobre uma subida nos salários e melhores condições de trabalho.

De acordo com o principal sindicato do sector da saúde, a greve afecta pelo menos 15 localidades em três regiões diferentes: Bade-Wurtemberg, no sudoeste do país, Baviera, no sul, e Renânia do Norte-Vestefália. Os profissionais querem um aumento de 30 por cento nos salários e recusam-se a trabalhar mais uma hora e meia por semana para além das 38 horas actuais. Para além disso, a esta paralisação junta-se uma outra que já dura há várias semanas. Os funcionários municipais não concordam com a duração do tempo de trabalho. As reuniões com os responsáveis locais duraram 5 dias e no final não houve qualquer acordo. A greve vai continuar pela sétima semana consecutiva.