Última hora

Última hora

Imagens de suposto massacre de civis comprometem Exército norte-americano

Em leitura:

Imagens de suposto massacre de civis comprometem Exército norte-americano

Tamanho do texto Aa Aa

Imagens hoje divulgadas testemunham aquele que poderá ter sido o pior massacre de civis no Iraque em três anos de conflito. No dia 19 de Novembro do ano passado, um comboio de marines foi visado por uma bomba à beira da estrada, nas imediações de Haditha, no Oeste do Iraque.

Na sequência do ataque, que matou um marine, os militares norte-americanos terão cercado duas casas e abatido 15 membros de duas famílias iraquianas, entre os quais sete mulheres e três crianças. As imagens, cuja autenticidade não foi comprovada, foram recolhidas por um estudante de jornalismo e vêm contrariar a versão apontada pelo exército norte-americano. Segundo o Pentágono, os quinze civis terão morrido na sequência da deflagração da bomba e após trocas de tiros com militantes rebeldes. No entanto, após uma investigação levada a cabo em Janeiro pela revista Time, que as imagens agora divulgadas poderão corroborar, o Comando militar norte-americano instaurou um inquérito a doze marines, que poderão ter de responder por crimes de guerra na sequência do massacre.