Última hora

Última hora

Partido trabalhista britânico investigado pela polícia

Em leitura:

Partido trabalhista britânico investigado pela polícia

Tamanho do texto Aa Aa

O partido trabalhista de Tony Blair está a ser alvo de uma investigação por parte da polícia britânica sobre as contribuições recebidas para a campanha eleitoral de 2005.

As informações são ainda pouco claras, mas ao que tudo indica a investigação centra-se na gestão trabalhista do dinheiro que chegou ao partido. Entretanto, foram reveladas as identidades dos credores e muitos não ficaram nada satisfeitos pois queriam manter anonimato e há já rumores de que teriam um lugar no parlamento garantido em troca dos empréstimos. Para o partido tratavam-se de empréstimos e não doações por isso, de acordo com a lei, não deveriam ser declarados. Para tornar o processo mais transparente, os trabalhistas revelaram os nomes dos credores. Um dos empresários que emprestou dinheiro, Chai Patel, diz que agora toda a gente se mete no seu trabalho, passou a ser conhecido como um homem de negócios que afinal estava tão inseguro que precisava de subir na política…E isso desagrada-lhe. Ao que tudo indica, os mais de 20 milhões de euros alegadamente usados na campanha de 2005 e emprestados por várias personalidades nunca passaram pelas mãos do tesoureiro do partido, não foram declarados à comissão executivo nacional nem tão pouco à comissão eleitoral.