Última hora

Última hora

Estudante muçulmana perde acção judicial contra liceu

Em leitura:

Estudante muçulmana perde acção judicial contra liceu

Tamanho do texto Aa Aa

Shabina Begum, a adolescente britânica que foi expulsa de um liceu de Luton no Norte de Londres por insistir no porte de “jilbab”, o traje muçulmano que apenas revela as mãos e a cara, acabou por perder em tribunal o direito a prescindir do uniforme escolar obrigatório.

A Câmara dos Lordes, como explica Lorde Bingham, considerou por unanimidade que, “ao emitir esta decisão a respeito dos uniformes escolares, a escola procedeu a consultas alargadas e teve um respeito apropriado e sensato pelas posições e opiniões de todos os envolvidos”. Shabina Begum, actualmente com 17 anos, iniciou uma batalha judicial contra a escola em 2002. Depois de derrotada em primeira instância, venceu o recurso, mas acabou por ver a Câmara dos Lordes, a mais alta instância judicial britânica, negar-lhe razão. A jovem muçulmana pondera agora recorrer para a justiça comunitária.