Última hora

Última hora

Zapatero satisfeito com cessar-fogo da ETA mas pede prudência

Em leitura:

Zapatero satisfeito com cessar-fogo da ETA mas pede prudência

Tamanho do texto Aa Aa

O primeiro-ministro espanhol já foi ao Congresso dos Deputados felicitar a decisão dos radicais bascos de cessar-gogo a nível permanente, a partir de sexta-feira.

Antes da declaração aos parlamentares, a vice-presidente do governo, Maria Tereza Fernandez de La Vega, pediu “prudência” agora mais do que nunca, pois o processo de diálogo será muito longo, mas acredita que seja este “o princípio do fim da violência”. Perante os deputados, José Luiz Rodrigues Zapatero alinhou no mesmo discurso. “Depois de tantos anos de horrores, é tempo de arrancar com um processo de paz que será longo e difícil”. Por isso, Zapatero apela a todos para se juntarem aos esforços do governo. “o executivo conta com a colaboração das diferentes forças políticas para pensar antes de tudo na memória das vítimas e nas pessoas que trabalharam e vão continuar a trabalhar para proteger a segurança dos espanhóis”, afirmou. A declaração foi depois apoiada pela terceira força política no parlamento, a coligação Esquerda Unida, liderada por Gaspar Llamazares.