Última hora

Última hora

Estudo põe em causa benefícios do Ómega-3 para a saúde

Em leitura:

Estudo põe em causa benefícios do Ómega-3 para a saúde

Tamanho do texto Aa Aa

Durante anos fomentou-se a venda de complementos alimentares ricos em Ómega-3,louvando-se os benefícios para a prevenção de doenças. Agora um novo estudo põe tudo em questão.

Peritos britânicos concluíram que o consumo de Ómega-3 não impede ataques a quem sofra de doenças cardíacas crónicas e nada indica que ajude a prevenir o cancro. Mesmo assim, June Davinson, perita da Fundação britânica do Coração, garante que isto não altera nada, pois deve-se continuar a comer Ómega-3 do peixe, uma a duas vezes por semana, no âmbito de uma alimentação rica e equilibrada. O estudo baseou-se em três mil pacientes com um historial de doenças cardiovasculares. A hipótese contrária é defendida por 89 trabalhos científicos feitos anteriormente. A população essa está decidida a continuar a comer peixe, como defende uma consumidora. Outro garante que há populações como a japonesa que comem muito peixe gordo e rico em Ómega-3 e que vivem mais tempo, são mais saudáveis e a taxa de obesos é reduzida. As gorduras Ómega-3 estão presentes em peixes como a sardinha, a cavala ou osalmão. Os especialistas e mesmo os autores do estudo evocam a possibilidade de erro nas conclusões, por causa dos níveis de mercúrio no peixe.