Última hora

Última hora

Bielorússia: Oposição mantém-se firme nas ruas de Minsk

Em leitura:

Bielorússia: Oposição mantém-se firme nas ruas de Minsk

Tamanho do texto Aa Aa

Esquadrões de polícia frente à multidão, são as imagens de Minsk, a capital da Bielorússia, nesta tarde de sábado, em que os manifestantes da oposição ao regime de Lukashenko se têm mantido firmes face às forças da ordem.

Chegou a ser anunciada a detenção dos dois líderes da oposição, Alexandre Milinkievich e Alexandre Kozulin. A prisão de Milikievich viria a ser desmentida, mas parecem confirmar-se as detenções de Kozulin e do porta-voz de Milinkievich. A oposição tinha convocado uma manifestação a partir do meio-dia – hora local -na praça de Outubro, em Minsk, mas as forças da ordem bloquearam o acesso à praça. A cidade está a viver momentos de grande tensão e a situação é muito confusa. Muitas pessoas tentaram dirigir-se à prisão onde estão os manifestantes que permaneceram na praça de Outubro após as eleições e foram detidos nos últimos dias, mas a polícia também não os deixa passar. Várias explosões foram ouvidas durante a tarde na zona onde se concentra a multidão, mas desconhece-se a sua origem e as consequências.As imagens mostram pessoas a serem socorridas, mas também não há informação sobre o número de feridos Face à força das armas, os opositores ao regime transportam flores de todas as espécies e é com elas que enfrentam a polícia. Apesar da forte presença policial, os manifestantes não dispersam. Para além do nome de Milinkievich, os slogans mais ouvidos são: “liberdade”, “vergonha” e “o fascismo não passará”.