Última hora

Última hora

Familiares das vítimas do terrorismo da ETA pedem união para a paz

Em leitura:

Familiares das vítimas do terrorismo da ETA pedem união para a paz

Tamanho do texto Aa Aa

As vítimas do terrorismo em Espanha apelam à unidade dos partidos para que a esperança de paz, surgida pela proposta de cessar-fogo permanente da ETA, se concretize. As oito principais associações apresentaram um comunicado conjunto no dia seguinte à declaração da organização independentista basca responsável pelo assassínio de 800 pessoas em 38 anos de luta armada.

A política anti-terrorismo de José Luís Rodrigues Zapatero foi contestada nas ruas, no passado dia 25 de Fevereiro, por associações próximas do Partido Popular mas uniram-se agora na esperança deste cessar-fogo. O primeiro-ministro espanhol presiste na busca de um consenso político dando continuação ao “roteiro” aprovado em Maio do ano passado pelo Parlamento de Madrid que o autorizou a abrir caminho ao diálogo com a ETA se a organização demonstrásse uma vontade clara de depôr as armas. O governo anunciou que ainda antes do Verão vai perdir ao Parlamento que valide o lançamento das negociações com a ETA, uma vez passado o tempo de verificação efectiva da trégua.