Última hora

Última hora

Governo de "bloco central" não afecta nas urnas nem CDU nem SPD

Em leitura:

Governo de "bloco central" não afecta nas urnas nem CDU nem SPD

Tamanho do texto Aa Aa

A coligação governamental na Alemanha passa o primeiro teste de popularidade nas eleições realizadas em três estados regionais.

Segundo os resultados preliminares nem a CDU nem o SPD perderam a liderança que mantinham nos respectivos “lander”. Na região de Saxe-Anhalt a Leste, a CDU com 37% dos votos mantém no poder Wolfgang Boehmer, que poderá propor agora ao SPD uma coligação, abandonando a aliança com Liberais Democratas. No estado de Baden-Wuerttemberg, bastião da CDU há mais de 50 anos, a vaga de contestação popular não afectou a reeleição de Guenther Oettinger com 45% dos votos, face a um SPD que mantém o segundo lugar. E se os comentadores falam de uma vitória de Angela Merkel há mais de 100 dias no governo, o SPD consegue contrariar as previsões mais catastrofistas e obter uma maioria absoluta no estado de Renânia-Palatinado. O vice-presidente dos sociais democratas e candidato regional Kurt Beck, arrecadou 46% dos votos e poderá abandonar a coligação que mantinha até agora com o FDP, certamente o grande perdedor deste domingo de sufrágios regionais, visto como um referendo à actuação do governo de bloco central.