Última hora

Última hora

Israel: Kadima reconduz Olmert na chefia do governo

Em leitura:

Israel: Kadima reconduz Olmert na chefia do governo

Tamanho do texto Aa Aa

Ehud Olmert e o Kadima são os grandes vencedores da noite eleitoral em Israel.O partido criado por Ariel Sharon há pouco mais de três meses conseguiu ser o mais votado nesta eleição, seguido dos trabalhistas, da direita religiosa e dos ultranacionalistas saídos da imigração russa.

O Likud surge apenas na quinta posição e averbou a maior derrota do escrutínio, perdendo dois terços dos deputados que tinha na Knesset. No momento de reagir ao resultado eleitoral do seu partido, as primeiras palavras de Ehud Olmert foram para Ariel Sharon e para a família do ainda primeiro-ministro que se encontra em coma desde o início de Janeiro; as segundas para Mahmoud Abbas. O primeiro-ministro em exercício e o homem que vai chefiar o próximo governo lançou um apelo aos dirigentes palestinianos e um convite directo ao presidente da Autoridade Palestiniana, Mahmoud Abbas, para o retomar das negocições, chegando mesmo a afirmar que está disposto a abdicar da ideia do grande Israel e a ceder alguns dos territórios com que o povo israelita sempre sonhou em troca do fim do terrorismo e da paz entre os dois povos vizinhos. Satisfeito com os resultados ficou também o líder trabalhista, Amir Peretz, que conseguiu levar o partido a conquistar uma participação no governo, do qual pretende ser o ideólogo de serviço, já que o próximo executivo terá forçosamente de ser uma coligação multipartidária. De destacar ainda que a taxa de participação rondou os 63 por cento, um número que é o mais baixo de sempre em eleições para o parlamento israelita.