Última hora

Última hora

Cruzeiro no Bahrein termina em tragédia

Em leitura:

Cruzeiro no Bahrein termina em tragédia

Tamanho do texto Aa Aa

São pelo menos 53 os mortos após o afundamento de um barco de cruzeiro esta noite na costa do Bahrein, no Golfo Pérsico. Segundo fontes oficiais, já foram resgatados com vida mais de 60 passageiros. Os números são provisórios. O navio, que virou e afundou a quilómetro e meio do costa do Bahrein, tinha a bordo cerca de 130 pessoas, entre elas ocidentais.

De acordo com o ministro do Interior, várias dezenas de pessoas estão hospitalizadas, incluindo estrangeiros: 17 indianos, quatro britânicos, dois sul-africanos, dois filipinos, um italiano, um chinês e um tailandês. O barco tradicional tinha sido alugado por uma empresa para uma festa. Algunsconvidados acabaram por não partir, mas, segundo o proprietário, o navio estava sobrelotado, o capitão foi obrigado a zarpar e os passageiros estavam concentrados num único lado do navio. Os testemunhos dos sobreviventes não permitem esclarecer as circunstâncias do drama. As operações de busca prolongaram-se durante a noite, com a ajuda de meios militares americanos. Sobreviventes e cadáveres estão a ser transportados para o hospital de Al-Salmaneya, um dos primeiros locais visitados pelas autoridades do reino.