Última hora

Última hora

Israelitas e palestinianos retomam onda de violência após eleições

Em leitura:

Israelitas e palestinianos retomam onda de violência após eleições

Tamanho do texto Aa Aa

A noite foi de violência no Médio Oriente. A aviação hebraica destruiu estradas e pontes da Faixa de Gaza, usadas pelos activistas palestinianos para atacar Israel. Horas antes tinha lugar o primeiro atentado anti-israelita desde Janeiro. O ataque teve lugar perto do colonato de Kedumim, no Norte da Cisjordânia. Ahmed Mahmud Macharka, de 24 anos e oriundo de Hébron, disfarçou-se de judeu ortodoxo e fez-se explodir num carro que parou para lhe dar boleia. Matou pelo menos três colonos.

A acção foi reivindicada pelas Brigadas dos Mártires de Al-Aqsa, ligado ao Fatah do presidente Abbas. Ocorre quando Israel assiste ao início dasnegociações de Ehud Olmert para a formação de um novo executivo e um dia depois da tomada de posse do governo do Hamas, liderado por Ismail Hanyeh. O grupo radical palestiniano respeita uma trégua, mas afirma que este ataque é uma “resposta normal aos crimes israelitas”.