Última hora

Em leitura:

Estudantes garnatem que "ou retiram o CPE ou o governo cai"


mundo

Estudantes garnatem que "ou retiram o CPE ou o governo cai"

Chirac foi contra as ambições dos opositores e anunciou que vai promulgar a Lei de Igualdade de Oportunidades, com duas alterações no artigo que cria o CPE. Primeiro, a redução de dois para um ano o período em que um jovem com menos de 26 pode ser despedido. E em segundo, o assalariado passa a ter o direito de saber por que motivo foi colocado fora da empresa.

Os estudantes, que depositaram no presidente as últimas esperanças e se juntaram para escutar a declaração, ficaram ainda mais revoltados. Um universitário diz que depois desta noite não vão desmobilizar, estão mais motivados que nunca para os protestos e garante que as medidas anunciadas por Chirac não irão para a frente. Numa reunião de estudantes em Marselha, apenas duas alternativas são analisadas: “Ou o CPE é retirado, ou o governo cai”. Na noite passada, depois da intervenção do presidente nas televisões, mais protestos e novos tumultos estalaram por todo o país. Na capital, vários grupos de jovens partiram o que puderam, envolveram-se outra vez em confrontos com a polícia. A própria Sorbonne, que está fechada há várias semanas e sob fortes de medidas de segurança foi mais uma vez o alvo da fúria dos estudantes.
Saiba mais:

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Charles Taylor deverá ser transferido para Haia.