Última hora

Última hora

Inundações: Estado de emergência na República Checa e alerta máximo na Alemanha

Em leitura:

Inundações: Estado de emergência na República Checa e alerta máximo na Alemanha

Tamanho do texto Aa Aa

O governo checo decretou o estado de emergência em sete regiões do país, afectadas desde a semana passada por fortes chuvas e pelo degelo. As inundações já fizeram pelo menos quatro mortos na República Checa. No Sudeste do país, cerca de quatro mil pessoas tiveram que abandonar ontem as suas casas, ameaçadas pela subida dos caudais dos rios.

Bombeiros e militares reforçam os diques para combater o avanço das águas. O estado de emergência manter-se-á até ao dia 10, já que as previsões apontam grande pluviosidade para os próximos dias. As cheias afectam também a Hungria, Eslováquia e Roménia. Na Alemanha, várias regiões estão em alerta máximo. No Norte do território, o caudal do rio Elba não pára de crescer. Voluntários na cidade de Dresden e localidades circundantes ajudam a reforçar os diques e margens do rio para tentar evitar uma catástrofe semelhante à de 2002. Um bombeiro de Dresden garante que “foi feito tudo o que era possível, as águas continuam a subir, e agora é preciso esperar para ver”. Em Agosto de 2002, o Elba – com um nível médio de dois metros – atingiu os 9,5 metros, causando estragos avultados na cidade e inundando o centro histórico.