Última hora

Última hora

Comissão indecisa sobre a adesão da Bulgária e da Roménia

Em leitura:

Comissão indecisa sobre a adesão da Bulgária e da Roménia

Tamanho do texto Aa Aa

Olli Rehn hesita. O comissário para o Alargamento ainda não decidiu se vai recomendar a adesão da Roménia e da Bulgária a 1 Janeiro próximo ou se a adia por um ano.

Actualmente é a Bulgária o país que mais problemas coloca a Bruxelas. Em causa, as reformas do sistema judicial, para melhor lutar contra a corrupção. Olli Rehn considera que Sofia perdeu um ano nestas reformas, essenciais para a entrada na União Europeia.

Pelo contrário, a Roménia, durante muito tempo, mais atrasada nas reformas, acabou por apanhar o ritmo e está agora à frente da vizinha Bulgária.

Tendo em conta a reticência de certos Estados membros face a novos alargamentos, Bruxelas admite ter o direito e o dever de exigir o respeito de todos os critérios de adesão.

A Comissão estima ainda que os dois países apresentam insuficiências também em termos de saúde animal e de controlo das fronteiras a Leste.

No próximo dia 16, a Comissão deverá dizer se recomenda ou não, a adesão dos dois países, a 1 de Janeiro. A decisão final, cabe, contudo, aos Vinte e Cinco.