Última hora

Última hora

França vai ter de explicar a lei anti-OPA

Em leitura:

França vai ter de explicar a lei anti-OPA

Tamanho do texto Aa Aa

Em plena polémica sobre o patriotismo económico da França – com o caso Gaz de France/Suez/Enel -, a Comissão Europeia veio agora pedir explicações a Paris sobre a lei anti-OPA. Um decreto do governo francês que prevê que todos os investidores estrangeiros interessados em tomar o controlo de mais de 33% de uma empresa gaulesa peçam autorização às autoridades de Paris.

O comissário para o Mercado Interno, o irlandês Charlie McCreevy, tem sérias dúvidas sobre a compatibilidade desta lei com a livre circulação de capitais. Paris tem dois meses para responder a Bruxelas.

A lei visa proteger sectores considerados sensíveis. Ao todo são onze, entre eles, por exemplo, a defesa, nas suas mais variadas áreas, mas também os casinos e outros jogos de azar – pelo menos, diz Paris, enquanto não for transposta para a lei francesa a directiva sobre o branqueamento de capitais.