Última hora

Última hora

Iraque: guerra e violência sectária não dão tréguas

Em leitura:

Iraque: guerra e violência sectária não dão tréguas

Tamanho do texto Aa Aa

O cheiro a pólvora não cessa no Iraque e a tendência é para piorar. As forças armadas norte-americanas envolveram-se em confrontos com rebeldes depois de uma base dos Estados Unidos ter sido atacada em Ramadi, a cerca de 100 quilómetros a oeste de Bagdade.

Na capital, a deflagração de uma bomba no interior de uma casa vitimou mortalmente duas crianças e feriu um mulher e um rapaz. A violência sectária sobe de tom no país e tanto os responsáveis anglo-americanos como os dirigentes iraquianos temem que a guerra civil se torne num facto consumado, numa altura em que o processo político continua paralisado. Cerca de 4 meses depois das eleições ainda não existe governo. Ontem, no bairro de Shaab, no nordeste da capital, a deflagração de uma viatura armadilhada junto à mesquita xiita de al-Shroofi ceifou a vida a pelo menos dez pessoas e feriu 38.