Última hora

Última hora

Configuração accionista da EADS está a mudar

Em leitura:

Configuração accionista da EADS está a mudar

Tamanho do texto Aa Aa

Os históricos accionistas da EADS cedem as respectivas posições no seio do grupo europeu de aeronáutica e defesa. 7,5% do capital detido pelo Lagardère no grupo foi posto à venda por intermédio do Ixis CIB, vocacionado para encontrar investidores.

Destes 7,5% a Caisse de Dêpots e Consignations deverá adquirir 2,25%. A futura distribuição das participações no capital do grupo europeu será a seguinte: 15% para o Estado francês, 7,5% para o grupo Lagardère, 2,25% para a CDC; o consórcio germano-americano -DaimlerChrysler – guarda os 22,5%, os espanhóis da Casa os 5,5% que detinham e 47,25% fica disperso por outros accionistas.

O grupo francês Lagardère tinha até agora 15% da EADS e constituia com o Estado francês também detentor de 15% do capital a força francesa num pacto de accionistas feito com a DymlerChrysler que detinha igualmente 30%.

Esta alteração das participações arrisca-se a romper o equilíbrio existente entre alemães e franceses, uma vez que o DimlerChrysler cedeu também 7,5% do seu capital.

Enquanto isto a BAE Systems britânica anuncia a cedência de 20% da sua participação na Airbus. A EADS que já detém 80% do construtor aeronáutico europeu deverá retomar esta fatia ao grupo britânico