Última hora

Última hora

Prodi reivindica vitória e garante que centro-esquerda pode governar

Em leitura:

Prodi reivindica vitória e garante que centro-esquerda pode governar

Tamanho do texto Aa Aa

Os resultados ainda não eram oficiais, mas Romano Prodi já reivindicava a vitória para a coligação de centro-esquerda. O antigo presidente da Comissão Europeia considera ter legitimidade e capacidade para voltar a governar Itália. Foi primeiro-ministro entre 1996 e 1998. Agora mostra-se pronto a governar nos próximos cinco anos e promete que a paz e a Europa vão estar no centro da política do seu executivo.

Com a calma que o caracteriza, Prodi defende: “A maioria dá tranquilidade ao país. Não temos qualquer intenção de pensar em maiorias diferentes desta que lealmente se apresentou aos eleitores”. As mensagens de felicitações a Prodi já chegaram de vários países europeus. É oficial, a coligação de centro-esquerda venceu com uma margem muito reduzida na Câmara dos Deputados e no Senado. Os italianos e os mercados financeiros estão preocupados. Temem uma paralisia política e que o futuro governo se veja incapacitado de avançar com reformas necessárias, por exemplo, para relançar a economia.