Última hora

Última hora

Rússia rejeita uso da força contra o Irão

Em leitura:

Rússia rejeita uso da força contra o Irão

Tamanho do texto Aa Aa

O ministro russo dos Negócios Estrangeiros rejeitou esta manhã o recurso à força para resolver a crise nuclear iraniana. De acordo com Serguei Lavrov “praticamente todos os países europeus estão solidários” com a posição de Moscovo. A Rússia tinha já apelado ao Irão para pôr fim às actividades de enriquecimento de urânio e considerado que Teerão tinha dado um passo na má direcção.

Ontem, o presidente iraniano Mahmoud Ahmadinejad anunciou que o seu país tinha conseguido produzir urânio enriquecido. O chefe de Estado reiterou ainda que o Irão vai continuar a trilhar o seu caminho até atingir uma escala industrial de produção. Entretanto, o chefe da Agência Internacional de Enrgia Atómica (AIEA), Mohamed ElBaradei, é esperado em Teerão esta quinta-feira. Depois de pedir ao Irão a suspensão das actividades nucleares, no dia 29 de Março, o Conselho de Segurança das Nações Unidas mandatou a Agência Internacional de Energia Atómica para fazer novo relatório no final de Abril. De acordo com o Tratado de Não Proliferação de armas nucleares, o enriquecimento de urânio é legal se se destinar exclusivamente a fins pacíficos.