Última hora

Última hora

A liça pela liderança do executivo italiano prossegue de forma apaixonada

Em leitura:

A liça pela liderança do executivo italiano prossegue de forma apaixonada

Tamanho do texto Aa Aa

Silvio Berlusconi, ainda primeiro-ministro, ameaça recontar os votos por decreto, enquanto Romano Prodi, tecnicamente vencedor, garante que vai ser o próximo primeiro-ministro. Berlusconi não tem dúvidas em como houve irregularidades, quer verificar pelo menos 60 mil assembleias de voto.

Os dois homens encontraram-se ontem ao fim do dia com o presidente da República Carlo Ciampi. Prodi quer que o presidente acelere a indigitação para que possa formar governo, Berlusconi quer que o presidente atrase o processo porque só assim pode ganhar tempo para eventuais medidas contra os resultados. Romano Prodi voltou a dirigir-se a Berlusconi, mas desta vez pediu directamente a sua retirada de cena: “Ganhámos e é inútil Berlusconi tentar atrasar o reconhecimento desta vitória. Berlusconi deve ir para casa”. De acordo com os números avançados pelo ministério do Interior Prodi ganhou, mas Berlusconi tem ainda esperança nas verificações jurídicas que faltam para confirmar os resultados. Até à indigitação de Prodi pelo Presidente Ciampi tudo pode acontecer para Berlusconi.