Última hora

Última hora

Bush reitera apoio a Rumsfeld

Em leitura:

Bush reitera apoio a Rumsfeld

Tamanho do texto Aa Aa

George W. Bush manifestou total apoio ao Secretário da Defesa Donald Rumsfeld, cuja demissão é publicamente exigida por diversos generais na reserva.

Acusado de arrogância e de gestão desastrosa do conflito iraquiano, Rumsfeld deixou a resposta aos críticos numa entrevista à televisão al-Arabiya: “Pretendo servir o Presidente enquanto ele achar proveitoso. O facto de três ou quatro pessoas na reserva terem opiniões diferentes… Eu respeito as opiniões deles, Mas, obviamente, se, dos milhares e milhares de almirantes e generais, de cada vez que dois ou três discordassem mudássemos o secretário da Defesa, seria como um carrossel.” Recentemente, na imprensa norte-americana, diversas altas patentes na reserva acusaram o Secretário da Defesa de não ouvir os responsáveis militares no terreno. Para o Major-General John Batiste, “a melhor solução é Rumsfeld demitir-se para haver sangue novo no Pentágono, uma nova liderança que compreenda o que é trabalhar em equipa e que não o faça na base da intimidação.” Actualmente, na imprensa electrónica norte-americana, a actuação de Rumsfeld é posta em causa por outros motivos. Baseado numa investigação do Exército, o site “salon.com” noticia que Donald Rumsfeld teria autorizado o recurso a métodos brutais e degradantes no interrogatório de um suposto membro da al-Qaida na prisão de Guantánamo em 2002. Um porta-voz do Pentágono considerou o artigo em causa “uma ficção”.