Última hora

Última hora

Reunião de Moscovo não permite obter acordo sobre dossiê nuclear do Irão

Em leitura:

Reunião de Moscovo não permite obter acordo sobre dossiê nuclear do Irão

Tamanho do texto Aa Aa

Não há acordo entre os cinco membros permanentes do Conselho de Segurança da ONU e a Alemanha sobre o dossiê nuclear iraniano. Na reunião em Moscovo, Estados Unidos, França, Reino Unido e Alemanha embatem com a China e a Rússia, que se opõem à aplicação de sanções contra Teerão. Preferem a via diplomática, apesar das recentes declarações do Irão.

O porta-voz do ministério russo dos Negócios Estrangeiros, Mikhail Kamynin, diz estar convencido de que “nem as sanções nem o uso da força serão a solução para este problema”. As posições russa e chinesa contrastam com a americana. Washington tenta obter a aplicação de sanções, que excluem o sector petrolífero. O presidente Bush disse ontem que prefere a via diplomática, mas mantém aberta a hipótese de um ataque militar. O porta-voz da Casa Branca, Scott McClellan, considera que as violações do regime iraniano das obrigações internacionais são contrárias às declarações do país sobre os objectivos pacíficos do programa. O Irão anunciou há dias ter enriquecido urânio, indo contra as disposições do Conselho de Segurança da ONU que lhe deu até final de Abril para pôr fim a tais actividades. O tom de desafio do presidente Ahmadinejad incluiu ameaças a quem atacar o seu país, o quarto exportador mundial de petróleo, e a guerra das palavras faz-se sentir no preço do ouro negro.