Última hora

Última hora

Polícia nepalesa mata 4 manifestantes

Em leitura:

Polícia nepalesa mata 4 manifestantes

Tamanho do texto Aa Aa

No dia em que o Nepal entra na terceira semana de greve geral e de protestos, pelo menos quatro manifestantes morreram baleados e cerca de 40 ficaram feridos devido à intervenção da polícia em Catmandu. As informações foram veiculadas por testemunhas e membros ligados à oposição política.

As forças de segurança têm ordem para disparar a quem violar o recolher obrigatório, decretado no vale de Catmandu para impedir a gigantesca manifestação prevista para hoje contra o totalitarismo do rei Gyanendra. A aliança dos sete partidos opositores ao monarca totalitário contam reunir perto de 500 mil pessoas. No palácio real de Narayan Hiti, o Rei recebeu um enviado especial de Nova Deli que lhe entregou uma carta selada do primeiro-ministro indiano, Manmoha Singh. A Índia pretende que o monarca reponha a democracia e dialogue com as forças políticas que afastou quando assumiu poderes totalitários em Fevereiro de 2005. Desde o início dos protestos terão morrido mais de uma dezena de pessoas e o número de feridos ascende às centenas.