Última hora

Em leitura:

Contestação ao Rei Gyanendra já dura há 17 dias


mundo

Contestação ao Rei Gyanendra já dura há 17 dias

O recolher obrigatório foi novamente instaurado este domingo no Nepal.Acossado pelos protestos das ruas, o Rei Gyanendra agarra-se ao poder.Por isso, a circulação no centro da capital Catmandu está proibida entre as nove da manhã e as oito da noite.

A polícia está a ser auxiliada pelas forças militares para garantir que os manifestantes se mantenham afastados do palácio real. Ontem, uma manifestação que juntou pelo menos cem mil pessoas foi duramente reprimida com a polícia a lançar gás lacrimogéneo e a disparar sobre a multidão, deixando pelo menos 150 pessoas feridas. Um turista britânico presente em Catmandu explica como tudo aconteceu:“Estava a ser uma manifestação pacífica. De repente, na retaguarda, foi lançado gás lacrimogéneo, as pessoas começaram a atropelar-se. Foi um caos, uma enorme confusão, toda a gente a fugir.” Os protestos no Nepal já duram há 17 dias e a repressão policial fez até ao momento 13 mortos.A contestação não abrandou após o apelo do Rei Gyanendra na sexta-feira à aliança dos sete principais partidos nepaleses para que indicasse um primeiro-ministro.Após 14 meses de poder absoluto do Rei, os manifestantes e a oposição exigem uma assembleia constituinte e não um simples retorno à democracia pluripartidária.
Saiba mais:

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Vitória socialista-liberal confirmada na Hungria