Última hora

Última hora

Pacto de Estabilidade: Itália derrapa, França recupera

Em leitura:

Pacto de Estabilidade: Itália derrapa, França recupera

Tamanho do texto Aa Aa

Ainda não foi empossado e já tem às costas a difícil tarefa de sanear as contas públicas italianas. Romano Prodi, futuro chefe do governo italiano, anunciou, este fim-de-semana, um orçamento rectificativo, para evitar maiores derrapagens.

O défice italiano situou-se, em 2005, nos 4,1% do PIB, bem acima dos três por cento permitidos pelo Pacto de Estabilidade. Desde 2002, que o défice de Roma tem vindo a aumentar. Apesar de a Itália apresentar uma das taxas de crescimento mais fracas da Europa, o comissário Joaquin Almunia acredita que as contas podem entrar na ordem já no próximo ano.

A França, por seu lado, recebeu boas notícias: segundo o Eurostat, o défice francês ficou abaixo do limite máximo dos três por cento do PIB. A continuar assim, Paris espera sair do procedimento por infracção a que foi submetida em 2003.