Última hora

Última hora

Vaticano poderá permitir uso de preservativo em casos específicos

Em leitura:

Vaticano poderá permitir uso de preservativo em casos específicos

Tamanho do texto Aa Aa

O Vaticano prepara um estudo que poderá levar ao fim da proibição do uso do preservativo como meio de prevenção contra a SIDA.

A informação foi confirmada pelo cardeal mexicano Javier Lozano Barragan, O presidente do conselho pontifical para a saúde afirmou que o papa Bento XVI pediu um estudo sobre a utilização do preservativo por pessoas infectadas pelo HIV.Na sexta-feira, o cardeal Carlo Maria Martini mostrou-se favorável a uma atitude mais aberta da Igreja em matéria de moral e de ética. Numa entrevista publicada no jornal italiano “L’Espresso”, o cardeal de 79 anos defendeu que a utilização do preservativo podia ser um mal menor, por exemplo, no caso de casais em que um dos membros está infectado pelo HIV. Fabrizzio Marrazo, militante de uma associação gay, duvida que Bento XVI aprove o uso do preservativo mesmo que seja apenas em certos casos já que o chefe do Vaticano tem dado mostras de grande conservadorismo. Em Junho passado, o papa Bento XVI disse aos bispos africanos que a abstinência era o único meio seguro para impedir a disseminação da SIDA. Uma posição reafirmada alguns meses mais tarde por ocasião da visita do embaixador de África do Sul à Santa Sé.