Última hora

Última hora

Nepaleses celebram restauração do Parlamento após 19 dias de contestação

Em leitura:

Nepaleses celebram restauração do Parlamento após 19 dias de contestação

Tamanho do texto Aa Aa

A contestação deu lugar à alegria nas ruas do Nepal,após a cedência parcial do Rei às exigências da população e da oposição democrática. Ontem, o Rei Gyanendra anunciou que o Parlamento nepalês seria restabelecido na próxima sexta-feira, após 14 meses de poder absoluto.

A declaração fez diminuir os protestos, mas ficou aquém das expectativas da guerrilha maoísta, o que faz perigar a aliança informal estabelecida com os sete principais partidos nepaleses. Os maoístas rejeitam a cedência do Rei, que consideram um estratagema para se manter no poder, e continuam a exigir a criação de uma assembleia constituinte. Diferente opinião tem a oposição democrática, que resolveu indigitar Giriga Prasad Koirala para chefiar um governo interino. Aos 84 anos, esta é a quinta vez que Koirala vai assumir o cargo de primeiro-ministro nepalês. Hoje, em Catmandu, as celebrações foram intercaladas com apelos à instauração da República e à deposição do Rei. Mas, os intensos protestos foram substituídos pela música e pelos cânticos de vitória. Para trás, ficam 19 dias de manifestações, duramente reprimidas pela polícia, nas quais 14 pessoas morreram e centenas ficaram feridas.