Última hora

Última hora

Rei do Nepal cede às exigências e mantém por agora o trono

Em leitura:

Rei do Nepal cede às exigências e mantém por agora o trono

Tamanho do texto Aa Aa

A nova postura do rei do Nepal agradou aos opositores. Logo a seguir ao discurso do monarca na televisão, as ruas de Katmandu encheram-se para festejar o que chamam de “vitória da democracia”.

Depois de três semanas de contestação, com mobilizações reprimidas violentamente pelas autoridades, o monarca viu-se obrigado a mudar de estratégia. Numa mensagem, transmitida em directo pela rádio e pela televisão, o rei anunciou o restabelecimento imediato do parlamento nepalês, suspenso em 2002 pelo próprio Gyanendra. O monarca adoptou uma postura completamente diferente, colocou de parte o discurso autoritário e demonstrou tristeza e solidariedade para com os manifestantes que perderam a vida ou ficaram feridos. Pelo menos 14 pessoas morreram e centenas ficaram feridas durante os protestos que se desenrolam há 20 dias. Foi a onda de manifestações mais forte dos cinco anos de reinado, que quase tiraram Gyanendra do poder. Mas nem tudo está resolvido. A guerrilha maoísta, que desde Novembro está empenhada na realização de novas eleições, considera que a atitude do rei foi positiva. No entanto, não se sabe se pretende continuar a pressionar as autoridades, no âmbito do acordo assinado com sete partidos da oposição no sentido de convocar um novo sufrágio.