Última hora

Última hora

China sobe taxas de juro

Em leitura:

China sobe taxas de juro

Tamanho do texto Aa Aa

O Banco Central da China subiu a taxa de juro directora. Este foi o primeiro aumento no preço do dinheiro desde Outubro de 2004 e destina-se a abrandar o crescimento da economia chinesa, um dos mais rápidos no mundo inteiro. A principal instituição financeira chinesa cede assim às pressões do ocidente para que ponha em marcha medidas para o abrandamento económico.

Nos últimos 13 anos, a taxa de juro de referência triplicou de valor, dos cerca de 2% de Julho de 1993 até aos 5,85% de agora.

A China tem vindo a tornar-se num gigante económico, nos últimos anos, com a média de crescimento do PIB a rondar os 9%.

Um reflexo deste crescimento é a modernização das cidades e o número cada vez maior de automóveis nas estradas chinesas. As vendas multiplicam-se, o que está também por detrás da cada vez maior procura de energia.

As potências ocidentais têm feito pressão para que a China ponha um travão neste ritmo de crescimento desmesurado. Os analistas têm chamado a atenção para o excesso de investimento. Um dos pontos sensíveis, que mais provoca críticas por parte do Ocidente, é a falta de flexibilidade da divisa do país, o yuan.

A cotação tem vindo a ser, nos últimos 13 anos, artificialmente mantida ao mesmo nível.