Última hora

Última hora

Líderes da oposição bielorrussa passam primeira noite na prisão

Em leitura:

Líderes da oposição bielorrussa passam primeira noite na prisão

Tamanho do texto Aa Aa

Alexandre Milinkevitch passou a primeira noite na prisão. Ontem, perante o tribunal a quem foi presente de forma imediata, o principal líder da oposição bielorrussa foi condenado a 15 dias de prisão por organização de protesto ilegal.

Na hora de iniciar o cumprimento da pena, Milinkevitch explicou que a acusação dizia que participou numa manifestação ilegal e defendeu-se explicando que o protesto era legal e que a polícia não anunciou, através dos megafones, que as pessoas não podiam estar ali. Por isso, fala de um processo político. Tal como Milinkevitch foram condenados também outros três líderes partidários e vários dizem ter sido detidos, espancados e interrogados pelos serviços de segurança – o KGB. A União Europeia e a OSCE, que consideraram ilegítimas as eleições presidenciais de 19 de Março, pedem a libertação imediata dos líderes da oposição bielorrussa. Na base das condenações está o protesto de quarta-feira, que juntou sete mil pessoas em Minsk, por ocasião do vigésimo aniversário da catástrofe de Chernobyl mas também para contestar mais uma vez o actual regime.