Última hora

Em leitura:

Presidente russo garante apoio do Kremlin a Alexander Lukashenko


mundo

Presidente russo garante apoio do Kremlin a Alexander Lukashenko

Um dia depois da prisão do líder da oposição, o presidente bielorusso, Alexander Lukashenko, recebeu um apoio de peso. Num encontro em São Petersburgo, Vladimir Putin instou a oposição da ex-república soviética a colaborar com o homem que os Estados Unidos dizem ser o último ditador da Europa.

Eterno aliado do regime de Minsk, o presidente russo elogiou o que diz ser a abertura do chefe de Estado para um entendimento com a oposição e apelou a um consenso nacional. O Kremlin foi um dos poucos países a reconhecer a vitória de Lukashenko numas eleições consideradas fraudulentas pela OSCE e os países ocidentais. O apoio russo segue-se à detenção quinta-feira do líder da oposição Alexander Milinkevitch, acusado de hooliganismo pela participação numa manifestação anti-regime. Além de Milinkevitch, outras duas importantes figuras da oposição foram também detidas.Em causa está a participação, com outras sete mil pessoas, numa manifestação por ocasião do vigésimo aniversário do acidente de Chernobyl, que serviu de contestação ao actual regime. As autoridades dizem não ter autorizado a concentração, mas são desmentidas pelos organizadores.
Saiba mais:

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Rússia e Alemanha firmam acordo energético