Última hora

Última hora

Teerão continua enriquecimento de urânio: Irão ameaça deixar de colaborar com AIEA

Em leitura:

Teerão continua enriquecimento de urânio: Irão ameaça deixar de colaborar com AIEA

Tamanho do texto Aa Aa

O Irão não suspendeu o enriquecimento de urânio na data fixada pela Agência Internacional de Energia Atómica. O director geral da agência de segurança nuclear das Nações Unidas Mohamed el Baradei afirmou que as autoridades iranianas não estão a cooperar totalmente com as inspecções da Agência.

O prazo estabelecido pela AIEA terminava esta sexta-feira e o seu não cumprimento pela república islâmica consta de um relatório que a Agência apresentou ao Conselho de Segurança da ONU. Wang Guangya, presidente do Conselho em exercício confirmou em Nova Iorque ter recebido o relatório de oito páginas que foi transmitido em simultâneo os 35 membros do executivo da AIEA. O Irão enfrenta agora eventuais sanções económicas, que não constavam das intenções do Conselho de Segurança mas que os Estados Unidos já tinham manifestado querer por em práctica, com o apoio da França e da Inglaterra. Em reacção ao relatório divulgado esta sexta-feira, o presidente George W. Bush continua a manter que vai procurar resolver o diferendo pela via diplomática. Entretanto, Teerão também já reagiu. O conservador Mahmud Ahmadinejad ameaça mudar completamente a forma de cooperação com a AIEA, ou simplesmente dixar de colaborar. Por outro lado, a Rússia e a China, que também são membros permanentes do Conselho de Segurança, têm ainda uma palavra a dizer contra a aplicação de sanções económicas, visto que os dois países são importantes parceiros comerciais do Irão e detêm o direito de veto.