Última hora

Última hora

BAE Systems quer exercer opção de venda da Airbus

Em leitura:

BAE Systems quer exercer opção de venda da Airbus

Tamanho do texto Aa Aa

A Airbus está cada vez mais perto de ter um só accionista. O grupo britânico BAE Systems está a acelerar o processo para a venda da fatia de um quinto do capital que detém na construtora aeronáutica europeia.

A BAE confirmou as intenções de se desfazer da participação na Airbus e anunciou que iria exercer a opção de venda se não conseguir chegar a acordo com o consórcio pan-europeu EADS, accionista dos outros 80%.

Os britânicos anunciaram no mês passado, para surpresa dos analistas, que queriam saír do capital da Airbus. O grupo quer centrar-se nas actividades no sector da defesa.

Isto significa que, em breve, EADS e Airbus podem passar a ser a mesma coisa, ou quase – isto se se confirmar o controlo de 100% da construtora por parte do consórcio, que inclui o Estado francês, o grupo também francês Lagardère, os alemães da DaimlerChrysler e a empresa estatal espanhola Casa.

A EADS foi fundada em 2001 e tem outras actividades, além da Airbus, nos sectores da aeronáutica e da defesa.