Última hora

Última hora

Engenheiros alemães raptados no Iraque em Janeiro foram libertados

Em leitura:

Engenheiros alemães raptados no Iraque em Janeiro foram libertados

Tamanho do texto Aa Aa

René Bräunlich, de 32 anos, e Thomas Nitzschke, de 28, os dois engenheiros naturais de Leipzig, na Alemanha, foram libertados esta tarde.

Os dois homens foram raptados no passado dia 24 de Janeiro no Iraque e a última vez que tinham sido vistos em vida foi em finais de Março num vídeo feito pelo grupo de sequestradores autodenominado “Saraya al-Moudjahidine: Katibat Ansar al-Tawhid wal-Sunna”. O anúncio foi feito pelo ministro dos Negócios Estrangeiros, Frank Walter Steinmeier, em Santiago do Chile, onde se encontra em visita oficial. Steinmeier afirmou ainda que os dois reféns já tinham sido transportados para a embaixada alemã no Iraque e que se encontravam de boa saúde. Os dois alemães foram raptados quando se deslocavam para a refinaria de Baïli, 200 quilómetros a norte de Bagdade e estiveram ameaçados de morte caso Berlim não satisfizesse as exigências de libertar todos os iraquianos detidos em prisões norte-americanas no Iraque e de suspender a cooperação com Bagdade.