Última hora

Última hora

Imigrantes latinos dos EUA reclamam direitos com greves e manifestações

Em leitura:

Imigrantes latinos dos EUA reclamam direitos com greves e manifestações

Tamanho do texto Aa Aa

Centenas de milhares de manifestantes protestaram ontem em diversas cidades dos Estados Unidos contra o projecto de reforma da imigração a ser avaliado pelo Congresso norte-americano.Em todo o país, a comunidade latino-americana tem vindo a mobilizar-se desde há um mês. Ontem, apesar de não ser feriado nos Estados Unidos, os protestos obrigaram ao encerramento de comércios e empresas.No Dia Sem Imigrantes, ficou bem patente o peso da comunidade latina na economia nacional, apesar das apreensões de alguns manifestantes.

“Se não nos apoiarem hoje, não vamos conseguir nada, nunca iremos conquistar o respeito que merecemos”, afirma um manifestante. “Infelizmente, se pararmos de trabalhar hoje, talvez não tenhamos emprego amanhã”, desabafa uma grevista. “Não estamos a atentar contra a honra e a dignidade deste país, que amamos por nos ter acolhido. Mas temos de exigir que respeitem os nossos direitos”, explica um imigrante equatoriano radicado em Nova Iorque. O projecto de reforma da imigração que o Congresso está a avaliar criminaliza os imigrantes ilegais e todos aqueles que os tentem ajudar. A medida impede também a regularização dos 11 a 12 milhões de latino-americanos clandestinos que trabalham actualmente nos Estados Unidos.