Última hora

Última hora

Blair preparará remodelação do governo para reagir a eventual derrota

Em leitura:

Blair preparará remodelação do governo para reagir a eventual derrota

Tamanho do texto Aa Aa

O primeiro-ministro britânico, Tony Blair prepara-se para superar mais um terramoto político de forma a manter a alcunha de “inoxidável”.

No dia em que os trabalhistas podem sofrer a maior derrota das últimas décadas nas eleições locais parciais inglesas, o primeiro-ministro estará já a preparar um plano de contingência. Segundo noticia a edição de hoje do jornal The Independent, Blair deverá anunciar segunda-feira uma remodelação governamental para tentar recuperar a credibilidade do seu governo, abalado por uma série de escândalos e acusações de incompetência. Nas eleições de hoje, o partido trabalhista arrisca-se a caír para terceiro lugar no panorama político britânico, atrás dos Conservadores e dos Liberais Democratas, ambos chefiados por líderes estreantes, David Cameron e Menzies Campbell, respectivamente. Os pequenos partidos como os Verdes ou a extrema-direita do BNP deverão aumentar o número de munícipes eleitos, aproveitando-se da queda vertiginosa dos trabalhistas, que poderão perder entre 15 a 16 munícipios. Mesmo os bastiões tradicionais do partido como Londres ou Manchester poderão virar à direita, a acreditar nas últimas sondagens. Muitos trabalhistas pressagiam já uma verdadeira “chacina política”. A derrota anunciada poderá precipitar a saída de Tony Blair antes do final do seu mandato em 2008, segundo alguns analistas, abrindo caminho à entrada em cena do seu ministro das Finanças Gordon Brown. Tudo o contrário do que pensará o primeiro-ministro que, segundo o The Independent, se prepara uma vez mais para fazer frente às críticas dentro e fora do partido.