Última hora

Última hora

Gregos contestam medidas do governo para controlar défice público

Em leitura:

Gregos contestam medidas do governo para controlar défice público

Tamanho do texto Aa Aa

Milhares de funcionários públicos gregos manifestaram-se esta quarta-feira nas ruas de Atenas. Os trabalhadores protestam contra as reformas económicas que o governo conservador está a implementar e que levam à perda do poder de compra dos cidadãos e à privatização de empresas públicas.

O executivo diz que as reformas são vitais para aumentar as receitas do Estado e colocar o défice abaixo dos 3% do PIB exigido a todos os países que adoptaram o Euro. A greve de 24 horas bloqueou o país. Escolas, hospitais e vários bancos estiveram fechados. Os transportes públicos não funcionaram e várias pessoas optaram, por isso, ficar em casa. A companhia área nacional Olympic Airlines cancelou mais de cem voos. A televisão pública emite em horário reduzido e as empresas estatais de energia e telecomunicações funcionam com os serviços mínimos. A greve aconteceu no dia em que o parlamento grego iniciou um debate sobre a reforma no sector das pensões.