Última hora

Em leitura:

Presidente italiano continua por eleger


mundo

Presidente italiano continua por eleger

A terceira votação para a presidência italiana terminou sem vencedor, com a esmagadora maioria dos votos a serem introduzidos na urna sem nome, uma forma de fomentar o debate na procura de um nome consensual. As regras estipulam que é necessária uma maioria de dois terços nos três primeiros escrutínios. A partir do quarto, que está previsto para esta quarta-feira, o presidente pode ser eleito por maioria absoluta simples.

O centro-esquerda demonstra alguma sintonia, mas o centro-direita encontra-se dividido. Certas facções da Casa das Liberdades, de Silvio Berlusconi, são a favor do candidato de esquerda, como Pier Ferdinando Casini, líder da União Democrata Cristã. O candidato da maioria é o senador vitalício Giorgio Napolitano, de 80 anos. Romani Prodi anunciou que no quarto escrutínio o centro-esquerda vai votar a favor do seu candidato e não em branco como aconteceu esta terça-feira. Um fracasso na eleição de Napolitano parece pouco provável.
Saiba mais:

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Napolitano eleito presidente de Itália