Última hora

Última hora

Projecto de reforma da função pública traz milhares de pessoas para as ruas

Em leitura:

Projecto de reforma da função pública traz milhares de pessoas para as ruas

Tamanho do texto Aa Aa

O governo libanês enfrenta o descontentamento popular. Cerca de cem mil pessoas, segundo a polícia, manifestaram-se hoje no centro de Beirute. O protesto foi convocado por sindicatos da função pública, mas depressa foi apoiado e usado pelos partidos da oposição pró-sírios, como o Hezbollah e a Corrente Patriótica Livre do general Michel Aoun.

Centenas de polícias e soldados foram mobilizados para acompanhar o maior protesto realizado após as manifestações que levaram à retirada da Síria. Os manifestantes contestam o plano do governo que prevê acabar com os postos por tempo indeterminado na função pública e recorrer a contratos a prazo. A isto juntam-se novos impostos, com o objectivo de reduzir o défice público e o desemprego. O projecto de reforma ainda está em debate no Conselho de Ministros. Por isso, o governo fala de protesto prematuro e organizado pela Síria para desestabilizar o Líbano.