Última hora

Última hora

Quatro mil populares desfilam em memória de Madison

Em leitura:

Quatro mil populares desfilam em memória de Madison

Tamanho do texto Aa Aa

Uma marcha que juntou quatro mil pessoas em homenagem à pequena Madison teve ontem lugar ao final da tarde em Eyguières no Sul de França. Na manifestação, o pai da criança exigiu uma forte repressão do governo no sentido de prevenir os infanticídios e as violências sexuais que muitas vezes surgem associadas.

Um dos participantes diz que a maior parte das pessoas conhece a família e hápessoas que vêm das localidades vizinhas por solidariedade, porque isto pode acontecer a qualquer pessoa. Outra inquirida diz que “agora é necessário apoiar a família e depois é preciso não esquecer”. A autópsia efectuada ao corpo de Madison não revelou quaisquer indícios de abusos e concluiu que a morte da criança ocorreu por asfixia na noite de sexta-feira para sábado, ou seja, antes mesmo da família ter notificado o desaparecimento da menina de cinco anos. Na segunda-feira, a vítima foi encontrada sem vida na casa do presumível raptor, um jovem de 24 anos que tentou suicidar-se à chegada da polícia. A recuperar num hospital de Marselha, o suspeito ainda não falou às autoridades, que contam começar a interrogá-lo nos próximos dias.