Última hora

Última hora

Cimeira alternativa em Viena após encontro oficial UE-América Latina

Em leitura:

Cimeira alternativa em Viena após encontro oficial UE-América Latina

Tamanho do texto Aa Aa

Depois da cimeira oficial, entre líderes da União Europeia e da América Latina, Viena é palco de um encontro alternativo. Enquanto as ruas eram percorridas por manifestantes antiglobalização, a capital austríaca recebia várias reuniões bilaterais e uma cimeira alternativa com os presidentes boliviano e venezuelano como “cabeças de cartaz”.

Ontem à noite, Hugo Chavez recebeu o apoio de 5 mil pessoas, num evento patrocinado por organizações de esquerda. As questões energéticas, nomeadamente a recente nacionalização do gás boliviano, dominaram as discussões dos últimos dias. O presidente do Perú não hesita em criticar as “opções populistas” das vizinhas Venezuela e Bolívia. Em declarações à EuroNews, Alejandro Toledo afirmou: “Se nós não formos capazes de reduzir a pobreza de forma significativa, construiremos um terreno fértil para o populismo fácil e de curto prazo. Um populismo que é hoje uma festa mas que, amanhã, acaba em funeral e quem paga o preço são os pobres.” Toledo pediu a Evo Morales que convoque antes do fim de Maio uma cimeira de chefes de Estado da Comunidade Andina para tratar do futuro do bloco e do projecto de negociação comercial com a União Europeia.