Última hora

Última hora

Violência em S.Paulo

Em leitura:

Violência em S.Paulo

Tamanho do texto Aa Aa

A pior onda de atentados de origem crimonosa registada em S.Paulo, no Brasil, pôs em causa as autoridades e provocou a indignação entre a população. Tudo começou com uma decisão, tomada na passda sexta-feira, de transferir algumas centenas de prisioneiros para uma unidade de segurança máxima o que fez com que o Primeiro Comando da Capital, uma organização criminosa, desencadeasse ataques contra esquadras da polícia provocando 30 mortos, dos quais 25 polícias. Com cerca de 42 milhões de habitantes o estado de S.Paulo concentra 40% da população prisional brasileira que ascende a cerca de 140 mil reclusos. Segundo números divulgados por várias agências noticiosas, esta noite voltaram a registar-se incidentes que elevaram o número de vítimas mortais para 63.Simultâneamente registaram-se motins em várias prisões em que foram feitas algumas dezenas de reféns.