Última hora

Última hora

Jovens espanhóis tomam ruas para exigir direito à habitação

Em leitura:

Jovens espanhóis tomam ruas para exigir direito à habitação

Tamanho do texto Aa Aa

Milhares de jovens espanhóis sentaram-se ontem nas ruas das principais cidades do país para protestar contra a especulação imobiliária. As manifestações “sentadas” convocadas através de sites internet e mensagens SMS, fizeram desfilar slogans contra o aumento do preço de vida, ou a favor do direito à habitação.

Só nos últimos nove anos os preços do mercado imobiliário aumentaram mais de 150%, em especial nas grandes cidades como Madrid, Barcelona ou Valência. Um empurrão para as finanças espanholas, que no entanto, levou os particulares com menos meios a afastar-se dos grandes centros ou a endividar-se em créditos que se podem prolongar até ao prazo máximo de 50 anos. A convocatória da manifestação, apresentada como apartidária, sublinhava que muitos jovens gastam mais de 50% do salário para pagar o seu alojamento. A mensagem evocava ainda as manifestações em França contra o Contrato Primeiro Emprego para espicaçar a militância política dos jovens espanhóis, de forma a não serem identificados apenas com a reivindicação de beber alcóol na rua.