Última hora

Última hora

Vaga de imigrantes ilegais dá à costa nas Canárias

Em leitura:

Vaga de imigrantes ilegais dá à costa nas Canárias

Tamanho do texto Aa Aa

A caminho da Europa com a promessa de uma vida melhor no horizonte, quase um milhar de imigrantes ilegais foram interceptados pelas autoridades espanholas das ilhas Canárias nos últimos três dias. Pessoas provenientes do Sara Ocidental, da Mauritânia e até mesmo do Senegal, muitas num Estado de grande debilidade física, estão a congestionar os serviços de auxílio e administração regionais.

O governo local já pediu ajuda às autoridades centrais, mas Madrid parece estar a negligenciar o problema deste fim-de-semana. “Neste momento o Estado está de certa forma a renunciar às suas funções, não de uma forma absoluta, mas quase”, denunciou o delegado da Coligação Canária no Congresso, Paulino Rivero. O dia mais complicado nas ilhas espanholas foi sábado. 456 clandestinos foram detectados em embarcações tradicionais. O bom tempo e o mar calmo foram as razões apontadas pelo governo de Tenerife para as vagas de imigração ilegal. Desde o início do ano, já foram interceptados mais de seis mil imigrantes ilegais ao largo das Canárias