Última hora

Última hora

Adesão à greve da função pública ronda 70 por cento

Em leitura:

Adesão à greve da função pública ronda 70 por cento

Tamanho do texto Aa Aa

A meio da tarde de hoje, à hora do início da manifestação em Lisboa frente à residência oficial do chefe do governo, a Frente Comum dos Sindicatos da Administração Pública revelava os últimos números de adesão global à greve. Segundo os sindicatos, entre 60 e 70% dos funcionários públicos portugueses aderiram à paralisação de 24 horas.

Os sectores da Saúde e da Educação são os mais afectados, mas a greve fez-se sentir também no trabalho da Segurança Social e da Justiça. O governo recusa-se a entrar na guerra dos números. O protesto tem como alvo o primeiro-ministro José Sócrates e as medidas, entre elas a reforma da administração central, para reduzir o défice público de 6% para 4,6% este ano. Os sindicatos afirmam que a adesão mais elevada se verificou no hospital de São José, em Lisboa, com 100% no turno iniciado às 23 horas.