Última hora

Última hora

Confrontos entre forças de Hamas e do presidente Abbas agravam crise em Gaza

Em leitura:

Confrontos entre forças de Hamas e do presidente Abbas agravam crise em Gaza

Tamanho do texto Aa Aa

A situação é caótica e explosiva nas ruas da Faixa de Gaza. Esta noite as forças de segurança leais ao presidente palestiniano entraram em confronto com a unidade criada pelo Hamas, provocando pelo menos quatro feridos. As duas facções acusam-se mutuamente de ter dado início ao tiroteio.

O confronto era temido desde que o Hamas criou uma força, sob comando do ministério do Interior, composta por membros do seu braço armado, as Brigadas Ezzedine al-Qassam. O primeiro-ministro Ismail Haniyeh garante que o contingente é um auxílio às outras forças e que recebeu autorização de Abbas. A presidência desmente. Mahmud Abbas guardou o controlo das forças de segurança quando o Hamas chegou ao poder. A decisão do executivo acentua as divergências e, numa prova de autoridade, o presidente Abbas mobilizou os seus homens. A situação preocupa a comunidade internacional, até porque a tensão é exarcerbada pela crise económica. Num último incidente, a polícia alfandegária do terminal de Rafah, fiel a Abbas, apreendeu mais de 600 mil euros na posse de um membro do Hamas que regressava do Egipto. A Autoridade Palestiniana não tem dinheiro para pagar os salários aos milhares de funcionários e, devido aos receios da banca, não consegue receber o dinheiro doado pelos países árabes.