Última hora

Última hora

Governo iraquiano incompleto toma posse após 5 meses de impasse

Em leitura:

Governo iraquiano incompleto toma posse após 5 meses de impasse

Tamanho do texto Aa Aa

O primeiro governo democraticamente eleito do Iraque tomou hoje posse em Bagdade. Após um impasse político de cinco meses, o primeiro-ministro designado, o xiita Nuri al-Maliki, viu o seu elenco de 37 ministros aprovado pelo Parlamento durante um voto de confiança.

O novo governo de unidade nacional, de maioria xiita, conta com dois vice-primeiros-ministros, um sunita e um curdo, mas encontra-se ainda incompleto em dois postos-chave, o ministério do Interior e o ministério da Defesa, ocupados temporariamente pelos número 1 e 2 do executivo. Desenvolvimento económico e segurança são as duas prioridades do programa do novo governo, que se afirma independente de qualquer grupo de pressão étnico ou religioso. Horas antes da tomada de posse, o Iraque vivia dois novos capítulos na vaga de violência dos últimos meses. Um atentado bombista a Leste de Bagdade, no bairro xiita de Sadr City provocava pelo menos 19 mortos, ferindo 58 pessoas, depois da deflagração de uma bomba dissimulada numa banca de um vendedor ambulante. À mesma altura, a 55 quilómetros a sul da capital, na cidade de Moussayeb, as autoridades descobriam uma fossa comum com pelo menos 15 cadáveres mutilados com vestígios de tortura.