Última hora

Última hora

Diálogo directo entre Madrid e ETA a partir de Junho

Em leitura:

Diálogo directo entre Madrid e ETA a partir de Junho

Tamanho do texto Aa Aa

O diálogo directo entre o governo espanhol e a ETA começa em Junho. Oprimeiro-ministro espanhol anunciou que no próximo mês vai comunicar às forças políticas o início das negociações, tal como se tinha comprometido.

O local do anúncio acaba por ser simbólico. José Luis Rodriguez Zapatero participava este domingo na reunião dos socialistas, em Barakaldo, no País Basco. O chefe de governo não adiantou datas mas reiterou a sua vontade de informar os deputados sobre o início do diálogo com a ETA, para tentar pôr fim a quase 40anos de violência, e depois de ter verificado a aplicação da trégua decretada. Há um ano, o governo conseguiu fazer aprovar pelo parlamento uma resolução que o autoriza a negociar com a ETA, mediante a deposição das armas. Em finais de Março, a organização separatista basca anunciava um cessar-fogo permanente e Arnaldo Otegi, porta-voz do ilegalizado Batasuna, promete novos compromissos para breve. As negociações, que todos esperam que sejam longas, deverão estar centradas, pelo menos no início, na transferência dos “etarras” para prisões bascas. Os espanhóis esses estão cépticos e o partido popular opõe-se ao diálogo em nome dos mais de 800 mortos provocados pela organização.